Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Governo Federal investirá R$ 265 milhões no programa Mulher: Viver sem Violência

15 de Março de 2013; Imprensa Eletrobras Eletronorte

 Com o objetivo de consolidar e ampliar a rede de enfrentamento à violência contra as mulheres foi lançado, no último dia 13, o programa Mulher: Viver sem Violência. A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto e contou com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, autoridades do poder executivo, legislativo e judiciário, além de representantes da sociedade civil organizada.

 O diretor-presidente da Eletrobras Eletronorte, Josias Matos de Araujo, esteve presente no lançamento do Programa e disse que a Empresa está inserida nas questões de gênero e raça, desde a criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres. “Já alcançamos seguidamente o selo de bronze e prata e agora estamos na luta pelo selo ouro do programa Pró-Equidade de Gênero e Raça. A mulher é sem dúvida uma força de trabalho com capacidade intelectual e de conhecimento essencial no caminho de excelência das empresas do Setor Elétrico e, particularmente, da Eletrobras Eletronorte”.

 Para a ministra Eleonora Menicucci, “a Casa da Mulher é um ambiente de acolhimento que reúne todos os serviços de enfrentamento à violência contra a mulher. Na Casa será oferecida assistência psicossocial num momento em que a mulher se encontra fragilizada, para que posteriormente seja resgatada como sujeito de direitos e se torne protagonista da sua história”.

 O Programa propõe aos governos estaduais estratégias para melhoria e rapidez no atendimento às vítimas da violência de gênero. Serviços públicos de segurança, justiça, saúde, assistência social, acolhimento, abrigo e orientação para trabalho, emprego e renda serão integrados e fortalecidos. Serão ampliados os centros de atenção às mulheres em áreas de fronteira do Brasil com a Bolívia, Guiana Francesa, Guiana Inglesa, Paraguai, Uruguai e Venezuela, para migrantes e combate ao tráfico de pessoas.

 Como exemplo da integração de serviços que possibilitem uma maior agilidade no atendimento à mulher, o Programa propõe a criação da Casa da Mulher Brasileira. Serão 27 unidades nos estados e uma no Distrito Federal que irão reunir os seguintes serviços: delegacias especializadas de atendimento à mulher (DEAM), juizados e varas, defensorias, promotorias, equipe psicossocial e equipe para orientação ao emprego e renda.

 De acordo com dados do Governo Federal, em dois anos serão investidos R$ 265 milhões, sendo R$ 137,8 milhões, em 2013, e R$ 127,2 milhões, em 2014. O total será aplicado da seguinte forma: R$ 115,7 milhões na construção dos prédios e nos custos de equipagem e manutenção, R$ 25 milhões na ampliação da Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180, R$ 13,1 milhões na humanização da atenção da saúde pública, R$ 6,9 milhões na humanização da perícia para aperfeiçoamento da coleta de provas de crimes sexuais e R$ 4,3 milhões em serviços de fronteira.

 A presidenta Dilma afirmou que a luta contra a violência é uma luta de todas as mulheres, de todos os homens, uma luta que une gerações. “É contra todos os tipos de violência que temos lutado e vamos continuar lutando. Sabemos que é preciso fazer mais sempre. Precisamos nos aproximar cada vez mais do dia em que teremos tolerância abaixo de zero, o que significa combater e erradicar todas as formas de violência contra a mulher”, destacou Dilma.

 



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.