Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Pela energia limpa

27 de Abril de 2012; Assessoria de Comunicação da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aproveitou o lançamento do projeto “Energia que Transforma” – uma parceria entre o Ministério de Minas e Energia, a Eletrobras e a Fundação Roberto Marinho –, hoje (26), no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, para defender a energia limpa e reforçar a necessidade de construir uma mentalidade voltada para a eficiência energética. O ministro expôs os pontos positivos das construções de hidrelétricas na Amazônia, em especial a usina Belo Monte, que tem importância estratégica no Plano Nacional de Energia (PNE). Lobão ressaltou que é preciso continuar esclarecendo a população com relação aos reais impactos dessas usinas e ao papel que desempenham na matriz energética nacional.

“Vemos grandes veículos de comunicação criticando obras como Belo Monte, mas muitas vezes o fazem com base em argumentos que não são reais, dizendo que vamos prejudicar índios e populações ribeirinhas. Isso é uma desinformação. Usinas como Belo Monte foram projetadas de forma a minimizar seus impactos e vão possibilitar que o Brasil prossiga com uma matriz energética com quantidade mínima de emissões”, disse.

O presidente da Eletrobras, José da Costa (foto), comemorou a parceria com a Fundação Roberto Marinho no projeto “Energia que Transforma” e destacou o papel da empresa na disseminação dos conceitos de eficiência energética. “Já me questionaram sobre o interesse da Eletrobras em difundir as práticas de eficiência energética, já que somos uma empresa que vende energia. Então eu respondo: pensamos sim em comercializar a energia e pensamos também em educar a população sobre a importância do uso racional dessa energia. Somos uma empresa que se interessa em vender energia para a produção, para o desenvolvimento”, declarou. José da Costa também parabenizou a equipe do Procel, o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, pelo trabalho desenvolvido e lembrou do desafio brasileiro de alcançar, até 2030, uma economia de 10% sobre a estimativa de consumo, o que representa mais do que uma Itaipu.

O projeto
A cerimônia de lançamento do “Energia que Transforma” foi realizada no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro. A parceria com a Fundação Roberto Marinho para a idealização e implantação do projeto foi feita por meio do Canal Futura e no âmbito do Procel, programa gerido pela Eletrobras. A ação tem como objetivo mobilizar a população para uma mudança de atitude frente ao desperdício, conforme previsto no Plano Nacional de Energia e no Plano Nacional de Eficiência Energética (PNEf), ambos do Governo Federal.

A iniciativa prevê a produção de duas séries – uma para TV, chamada "Vida de República", e outra para o rádio, intitulada "Alô, João!" – e o desenvolvimento de cinco cadernos pedagógicos, cartaz, folhetos e um jogo educativo. Todo o material será implementado em escolas públicas e comunidades no Acre, Amazonas, Pernambuco e Rio de Janeiro. O projeto será aplicado em 400 turmas do ensino médio de escolas públicas estaduais que já utilizam a metodologia do Telecurso nos estados participantes. Para ampliar o alcance da mensagem, o programa de TV, com dez episódios, terá exibição nacional no Canal Futura, com estreia hoje (26), às 20h, enquanto a série de rádio, com 30 spots, será veiculada em emissoras regionais.

Hoje, no dia do lançamento do projeto, cerca de 70 profissionais que atuam em projetos educativos e sociais de concessionárias de energia elétrica participaram de uma formação de oito horas para conhecer a metodologia desenvolvida e o kit pedagógico do projeto, que será distribuído para os participantes.

O presidente da Fundação Roberto Marinho, José Roberto Marinho, também celebrou a parceria. "A um mês do Rio+ 20, projetos como o ‘Energia que Transforma’ nos incentivam a continuar investindo na mobilização, para enfrentarmos os desafios que temos. Estamos trabalhando os conceitos de eficiência com uma linguagem mais dinâmica, pensando de forma direcionada no público jovem. E o Futura é assistido regularmente por mais de 40 milhões de pessoas, então estaremos difundindo esses conceitos com um alcance que nunca antes havia sido atingido”, disse.
 
 
 
 



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.