Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Comitiva da Électricité de France visita a Hidrelétrica Tucuruí

27 de Fevereiro de 2013; Imprensa Eletrobras Eletronorte

Nos dias 23 e 24 de fevereiro, a Usina Hidrelétrica Tucuruí, no Pará, recebeu a comitiva internacional de presidentes da estatal francesa Électricitè de France – EDF em uma visita de benchmark, com foco na troca de experiências entre as empresas. A comitiva também tinha como objetivo fortalecer a parceria para a realização de estudos ligados ao aproveitamento de recursos hídricos na Região Amazônica, além de outras fontes de geração de energia.

 

Recepcionaram os visitantes, o presidente do Conselho de Administração da Eletrobras Eletronorte, José Antonio Muniz Lopez, e o diretor-presidente da Empresa, Josias Matos de Araujo. A comitiva da EDF contou com a presença do presidente Mundial, Henri Proglio.

 

Josias Matos conduziu a visita à Hidrelétrica Tucuruí mostrando um histórico da Eletrobras Eletronorte, com detalhes sobre características de geração, transmissão e comercialização de energia, além de informações sobre a Superintendência de Geração Hidráulica, complementadas durante a visita às casas de forças I e II, sala de comando e oficina mecânica. Os visitantes também conheceram a ilha de germoplasma, o laboratório de sementes e as eclusas.

 

José Antonio Muniz Lopes falou sobre a importância de a Usina estar instalada na Amazônia. “Essa é uma parceria importante e antiga, e nós os trouxemos a Tucuruí para que eles vissem como funciona uma usina na Amazônia, modelo para o País. Espero que eles tenham saído com a convicção de que é possível fazer uma grande usina na Amazônia, uma vez que aqui em Tucuruí é possível encontrar um trabalho sendo feito com muita organização. Costumo dizer que a Usina de Tucuruí tem alma e esse é o seu diferencial”, disse José Antonio.

 

O diretor-presidente Josias Matos destacou a importância do trabalho de preservação feito em Tucuruí. “Inicialmente, esta visita teve o objetivo de mostrar a eles como é possível construir grandes hidrelétricas na Amazônia, com preservação socioambiental e desenvolvimento financeiro para a região, que hoje são inegáveis. Fico satisfeito por eles saírem contentes deste encontro. Eles conseguiram ver todo o trabalho que a Eletrobras Eletronorte realiza em Tucuruí, toda a disciplina, organização e competência que os nossos funcionários aplicam no dia a dia”, disse Josias.

 

Outro ponto destacado pelos visitantes ao Diretor-Presidente foi a limpeza da Usina, comparada a um “grande museu de conservação” que gera energia. “Tudo isso pode gerar novas parcerias, uma vez que ainda temos grandes empreendimentos para a região que, certamente, serão licitados nos próximos anos. Este encontro pode abrir caminho para nós, para o setor elétrico brasileiro e para eles também”, disse Josias.

 

Ao final da visita, Henri Proglio agradeceu a receptividade e falou em nome do grupo EDF sobre os resultados positivos dos dois dias da visita. “Saio daqui com uma visão muito clara da competência da Eletrobras Eletronorte, não só nas realizações técnicas, mas também na sua inserção com o meio ambiente. É um grupo forte nestes dois aspectos. Esta visita reforçou a imagem positiva que já possuíamos da Eletrobras Eletronorte e, obviamente, fortalece a parceria que já possuíamos. Isso é muito importante para nós quando pensamos em grandes projetos energéticos”, disse o presidente da EDF Mundial.

 



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.