Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

PNQ: União em torno de objetivos gera motivação e busca por melhorias

8 de Dezembro de 2010; Valor Econômico, por Diogo de Hollanda

foto08esp-301-pardauil-f18Uma aposta bem-sucedida no envolvimento e na motivação dos funcionários rendeu à Eletronorte, pelo segundo ano consecutivo, o destaque em Pessoas no Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ). A companhia, historicamente uma das mais premiadas da administração pública, também se destacou no critério Sociedade, por ações de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental. Os reconhecimentos foram dados à Superintendência de Produção Hidráulica, que reúne duas hidrelétricas no Pará (Tucuruí e Curuá-Una) e uma em Rondônia (Samuel).

Juntas, as usinas têm capacidade instalada de 8.660 MW e cerca de 450 colaboradores, dos quais 350 funcionários próprios. A 330 quilômetros de Belém, a hidrelétrica de Tucuruí é a mais importante, com capacidade de 8.370 MW. As usinas de Curuá-Una e Samuel têm potência de, respectivamente, 30 MW e 260 MW e estão sediadas nos municípios de Santarém, a 700 quilômetros de Belém, e Candeias do Jamari, a 50 quilômetros de Porto Velho.

Estimular a participação dos funcionários nos grandes temas da companhia é um objetivo perseguido com afinco pela superintendência. Para isso, a administração se vale de iniciativas como a formação de comitês multidisciplinares, abertos a todos os empregados, e a assinatura de contratos de gestão individual, pelos quais os colaboradores se comprometem a atingir variadas metas, inclusive de saúde pessoal. Mesmo sendo opcionais, os comitês e contratos já tiveram a adesão de, respectivamente, 70% e 90% dos funcionários. "Foi uma forma interessante de envolver ainda mais os colaboradores", diz o superintendente de produção hidráulica, Antonio Pardauil, que prevê forte aumento da participação nos comitês em 2011.

Segundo Pardauil, tanto os comitês como os contratos refletem fundamentos da metodologia de gestão japonesa Total Productive Maintenance, adotada por toda a empresa e com maior profundidade em Tucuruí. A usina espera receber neste ano o terceiro grau de distinção (Prêmio Especial) do órgão responsável pela metodologia, o Japan Institute of Plant Maintenance. As plantas de Samuel e Curuá-Una estão no mesmo caminho e já concorrem nos graus anteriores. "A metodologia incentiva a busca incansável de melhorias no processo produtivo e consegue motivar as pessoas do chão de fábrica, fazer com que nossos operadores, nossos mecânicos se sintam parte do processo decisório", diz o superintendente, destacando a padronização da gestão das três usinas.

Segundo ele, ao se comprometer com os objetivos definidos pela metodologia, os colaboradores adquirem uma visão mais ampla das operações e se esmeram ainda mais em aumentar a eficiência dos processos. Funcionários são incentivados a apresentar soluções de melhoria, que concorrem anualmente a um prêmio de R$ 3,5 mil. Na última edição, 62 trabalhos foram expostos e nove premiados. Fora da superintendência, a Eletronorte mantém um prêmio semelhante, o Muiraquitã, que oferece R$ 6 mil ao primeiro colocado.

"Temos várias patentes desenvolvidas na empresa", comenta o presidente da estatal, Josias Matos de Araújo, ressaltando a presença da Eletronorte no ranking das 20 empresas mais inovadoras do país elaborado pela revista "Época Negócios". A meritocracia, segundo ele, é um dos fatores que norteiam a gestão de pessoas da companhia. Todo ano, 30% dos empregados recebem aumento por desempenho. A empresa tem 3,8 mil funcionários, em nove Estados e no Distrito Federal.

No critério "Sociedade", o trabalho reconhecido pelo PNQ abrange ações educacionais, culturais e socioambientais. Por ser a usina de maior porte, Tucuruí é a que exerce maior impacto social. O município em que está sediada praticamente nasceu com a hidrelétrica, inaugurada há 26 anos.

Uma das iniciativas mais relevantes foi o patrocínio à instalação de um campus da Universidade Federal do Pará em Tucuruí, com cursos de engenharia civil, elétrica e mecânica. Criado em 2005, o campus formou sua primeira turma neste ano e atualmente conta com cerca de 500 alunos. Todos farão ou já fizeram estágio obrigatório (e remunerado) na Eletronorte. Quase 50 já são funcionários de nível médio que aproveitaram a oportunidade e em breve vão adquirir o diploma superior.

A empresa também desenvolve ações de eficiência energética e educação ambiental, e tem programas para a inserção regional das comunidades ribeirinhas. Cerca de 400 mil pessoas de municípios próximos a Tucuruí são beneficiadas pelos programas.



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.