Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Eletrobras lucra R$ 800 milhões no 3º trimestre

Em 2010, lucro chega a R$ 2,5 bilhões, 265% superior ao registrado de janeiro a setembro de 2009
16 de Novembro de 2010; Eletrobras

A Eletrobras apurou lucro de R$ 799,8 milhões no terceiro trimestre de 2010, equivalente a R$ 0,71 por ação. O valor é 76,2% maior que o verificado em igual período do ano passado, quando a empresa registrou um lucro líquido de R$ 453,8 milhões. Os desempenhos operacional, patrimonial e financeiro das empresas Eletrobras, além da capitalização das controladas Eletrobras, realizada em dezembro de 2009, também influenciaram positivamente o resultado da companhia no ano – nos nove primeiros meses de 2010, a Eletrobras registra lucro de R$ 2,53 bilhões, 265% maior que o apurado de janeiro a setembro de 2009, que havia sido de R$ 1,53 bilhão.

No ano, a Receita Operacional líquida da Eletrobras apresentou crescimento de 49,6% em relação a 2009, passando de R$ 5,75 bilhões para R$ 8,6 bilhões. O aumento é resultado da variação de 31% na conta Operações com Energia Elétrica, formado pelo reconhecimento do efeito da inflação norte-americana, medida pelos índices Industrial Goods e Consumer Price, que incidem sobre a comercialização da energia da Itaipu Binacional, e pelas Participações Societárias, que tiveram um impacto positivo em 137,6%, passando de R$ 1 bilhão nos nove primeiros meses de 2009 para R$ 2,38 bilhões em 2010.

O resultado financeiro da Eletrobras apresentou uma evolução de 165,9%, passando de uma despesa liquida de R$ 2,14 bilhões nos nove primeiros meses de 2009, para uma receita líquida de R$ 1,41 bilhão em igual período de 2010.

A desvalorização do dólar norte-americano em relação ao Real e o fato de a Eletrobras deter relevante parcela de seus recebíveis (líquidos de obrigações) – R$ 8.666,4 milhões (US$ 5.115,3 milhões) - indexados à moeda estrangeira produziram efeito negativo no resultado da companhia nos nove primeiros meses de 2010. No período, a Eletrobras registrou uma despesa líquida de R$ 280,4 milhões decorrente da variação cambial (R$ 4.364,8 milhões em 2009), sendo R$ 638,4 milhões no terceiro trimestre (R$ 1.256,5 milhões em 2009).

Já o Ebitda consolidado da Eletrobras apresentou, de janeiro a setembro, um aumento de 31,5%, passando de R$ 4,22 bilhões em 2009 para R$ 5.55 bilhões, em 2010. No terceiro trimestre, o Ebitda das empresas Eletrobras somou R$ 5,02 bilhões, o que representa um aumento de 39,9% frente a igual período do ano passado.

O resultado da Eletrobras Furnas de janeiro a setembro de 2010 aumentou 81,8 % em relação a igual período de 2009, passando de R$ 212 milhões para R$ 385 milhões, e o Ebitda da empresa aumentou 21,1 %, passando de R$ 1 bilhão em 2009 para R$ 1,21 bilhão, em 2010.

A Eletrobras Chesf registrou lucro líquido de R$ 1,4 bilhão, valor 120,9% superior ao registrado no mesmo período de 2009, que foi de R$ 641,9 milhões. A receita operacional bruta apresentou aumento de 13,6% em relação a alcançada no mesmo período de 2009, resultado da entrada de novos contratos de leilões realizados no Ambiente de Contratação Livre ( ACL) e no Ambiente de Contratação Regulada (ACR) e dos reajustes previstos nos contratos vigentes. O resultado da Eletrobras Chesf também foi influenciado positivamente pela redução dos encargos financeiros, em grande parte pela conversão, no final de 2009, de empréstimos e financiamentos junto a Eletrobras em Adiantamento para Futuro Aumento de Capital (AFAC).

O lucro de R$ 290,6 milhões registrado pela Eletrobras Eletronorte nos nove primeiros meses de 2010, 198,1% superior a 2009 (prejuízo de R$ 296,1 milhões) foi determinado, principalmente, pela redução do resultado financeiro (64,24%) bem como pela redução dos custos (17,26%). De janeiro a setembro, o Ebitda da companhia foi de R$ 1.080,0 milhões, 56,7% superior apurado em 2009.

A Eletrobras Eletronuclear, por outro lado, registrou, no período de janeiro a setembro de 2010, um prejuízo de R$ 44,1 milhões, enquanto que no mesmo período de 2009, o resultado foi um lucro de R$ 78 milhões, com destaque para o resultado operacional negativo no período. Já o Ebitda da empresa aumentou 24,3%, passando de R$ 414,8 milhões em 2009 para R$515,7 milhões, em 2010.

O lucro líquido da Eletrobras Eletrosul no terceiro trimestre de 2010 foi de R$ 42,3 milhões, 42,4% maior em relação ao lucro apurado no trimestre anterior (R$ 29,7 milhões). Nos nove primeiros meses do ano, a empresa apurou lucro líquido de R$ 139,6 milhões, 12,1% menor em relação a 2009 (R$ 158,8 milhões). O Ebitda da Eletrobras Eletrosul de janeiro a setembro de 2010 somou $ 271 milhões, 14,9% inferior ao de 2009 (R$ 318,5 milhões).

A Eletrobras CGTEE registrou, de janeiro a setembro de 2010, lucro de R$ 25,2 milhões, 132,4% superior ao resultado verificado no mesmo período de 2009, quando foi apurado um prejuízo foi R$ 78 milhões, sendo que o Ebitda da empresa, de R$ 63,6 milhões, em 2010, foi 241,2% superior ao valor negativo de R$ 45 milhões registrado em 2009.
 



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.