Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Eletrobras lança nova marca

22 de Março de 2010; Eletrobras Eletronorte

O lançamento da nova marca da Eletrobras, hoje (22), no Museu Histórico Nacional, no Rio de  Janeiro, é um dos marcos mais importantes do Plano de Transformação da empresa, que começou oficialmente em dezembro de 2008, com uma apresentação da diretoria para o corpo de empregados, no Vivo Rio. De lá para cá, as subsidiárias tiveram seus estatutos unificados, a lei de criação foi modificada para permitir que a companhia realizasse investimentos no exterior e o primeiro planejamento estratégico do Sistema está definido, entre outras ações que foram e estão sendo implementadas. Atualmente, 75% dos 57 projetos que compõem o Plano de Transformação já estão concluídos.

“O que o Sistema Eletrobras está vivendo não é uma simples mudança, mas uma transformação profunda”, afirma o presidente da holding, José Antonio Muniz. Segundo ele, a decisão de transformar a Eletrobras foi tomada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, diante da situação que se configurava para as empresas do Sistema. “Nosso valor de mercado seguia um caminho descendente. Do jeito que a coisa ia, acabaríamos em pouco tempo”, conta o executivo, lembrando que o patrimônio líquido da Eletrobras é de cerca de R$ 80 bilhões, mas, para o mercado, a empresa vale apenas um terço disso.

O primeiro grande marco do processo de transformação da Eletrobras foi a Lei 11.651, editada em abril de 2009. Ela permite à companhia atuar no exterior, um passo essencial para equipá-la a fim de enfrentar as grandes empresas mundiais de energia. “Somos a décima empresa de energia elétrica do mundo. Das nove concorrentes que estão a nossa frente, sete já estão no Brasil. Precisamos também nos internacionalizar a fim de gerar caixa para podermos entrar na competição global”, afirma Muniz, informando que, pelo Plano Estratégico da Eletrobras, a empresa terá, em 2020, 10% de suas receitas provenientes de operações no exterior.

Inserida nesse movimento de internacionalização, a nova marca, porém, não foi pensada exclusivamente levando em conta a expansão no exterior. “As pessoas estão discutindo muito a perda do acento, mas o mais importante da nova marca é que ela mostra como, para a Eletrobras, a geração, a transmissão e a distribuição de energia elétrica podem conviver em harmonia com o meio ambiente”, afirma Muniz.

Ter a marca da Eletrobras nos logos de todas as 16 empresas que compõem o Sistema é, também, o significado visível de outras providências fundamentais. “Uniformizamos os estatutos das subsidiárias de maneira que as decisões estratégicas passaram a ser tomadas no Conselho de Administração da holding e fizemos o primeiro Plano Estratégico abrangendo todas as empresas”, lembrou o presidente. “Essa arquitetura nova, com os novos logos, representa muito bem o momento pelo qual passam as nossas empresas e indica claramente o nosso futuro”, define José Antonio Muniz.



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.