Página Inicial da Eletronorte Eletronorte
» Página Inicial » Fale Conosco » Mapa do Site

Pesquise na Eletronorte:

busca avançada



Chamada Pública - Inscrição para Negócios de Geração e Transmissão Transparência Pública Transparência Pública Acesso à Informação da Eletronorte Lei de Conflito de Interesses Prestação de Contas

Eletrobras estuda mercado dos EUA

27 de Julho de 2010; Assessoria de Comunicação da Eletrobras

A Eletrobras estuda a compra de participação em pequenas empresas de geração renovável e transmissão nos Estados Unidos. A informação foi dada hoje (26) pelo superintendente de Operações no Exterior da empresa, Sinval Gama, durante o Seminário Internacional de Integração Energética Bolívia-Brasil, evento realizado pelo Grupo de Estudos do Setor Elétrico (Gesel) da UFRJ.

A intenção da Eletrobras com a compra das participações minoritárias em empresas norte-americanas, de acordo com Sinval Gama, é conhecer o mercado dos EUA, visando a negócios futuros. “A aquisição de algo como 10% de participação em uma ou duas empresas de pequeno porte tem o objetivo de conhecer e entender como funciona o modelo deles para que no futuro possamos participar dos grandes leilões que o governo dos EUA está prevendo em geração renovável e transmissão associada, para limpar a sua matriz energética”, explicou o executivo, adiantando que, no momento, estuda 11 empresas, mas não revelou seus nomes.

Sinval Gama informou, ainda, que a Eletrobras está estudando empreendimentos que totalizam cerca de 30 mil MW em diversos países. “Obviamente, nem tudo é viável, mas creio que cerca de 6.000 MW possam sair do papel já no ano que vem”, afirmou. Esse total seria o resultado da soma de empreendimentos na Nicarágua – uma usina de cerca de 1.000 MW –, Peru (hidrelétrica Inambari, de 2.500 MW e custo estimado em US$ 2,5 bilhões) e Garabi, usina que, apesar de estar na parte brasileira do rio Uruguai, é um empreendimento binacional com a Argentina. O primeiro projeto a sair do papel, porém, foi uma linha de transmissão, de 400 quilômetros, unindo o Brasil ao Uruguai. Fruto de um investimento de R$ 128 milhões, ela deve entrar em operação em março de 2013.

O Plano Estratégico da Eletrobras, lembrou Sinval Gama, prevê que a empresa deverá ter, até 2020, 10% de sua receita vinda do exterior. O executivo, no entanto, faz uma ressalva. “A Eletrobras só fará projetos no exterior se o retorno for melhor do que no Brasil. Caso contrário, não faremos”, afirmou.

Seminário

O Seminário Internacional de Integração Energética Bolívia-Brasil está sendo promovido pelo Gesel/UFRJ no Hotel Guanabara, no centro do Rio, até amanhã (27). Nesta terça-feira, serão discutidos temas como os desafios da política energética nos marcos do processo de integração, mecanismos de comercialização de energia elétrica, marco regulatório nos dois países e mecanismos de financiamento para projetos de integração, com a participação de representantes do BNDES e da Corporação Andina de Fomento (CAF)
 



mais notícias


® Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A - Eletrobras Eletronorte - SCN Quadra 06 Conj. A, Blocos B e C, Entrada Norte 1, Asa Norte - CEP 70.716-901 - Brasília/DF
Telefone (61) 3429-5151

Copyright© Eletrobras Eletronorte. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.